Habilidades linguísticas


Ao aprendermos línguas estrangeiras, tenemos que dominar quatro habilidades linguísticas básicas. As quais são:

1. ler
2. escrever
3. falar
4. ouvir

Duas entre elas são competências ativas (falar e escrever) e duas passivas (ler e ouvir). Porém, todas são muito importantes para comunicar-nos numa língua estrangeira (também em português). Algumas são mais fáceis e outras mais complicadas, depende de cada caso.
Para muitos, também para mim pessoalmente, a mais difícil é uma compreensão oral. A situação é um pouco menos complexa quando ao português do Brasil. Entretanto, em português europeu há muitas letras omitidas na pronúncia. O que junto com rapidez provoca problemas de compreensão.
A meu ver, ler é uma das competências mais simples. Vemos um texto e então podemos distinguir palavras facilmente. Claro, encontramos aquelas que ainda não conhecemos. Mas para este fim tenemos dicionários.
Alguns acham uma expressão escrita e oral um pouco complicada. Tudo depende de nós e..... infelizmente devemos desenrascar-nos sozinho.

Quais habilidades são as mais difíceis para vocês?

Comentários

  1. Vou adicionar: falar bem é a mais difícil, mas é tbm a mais importante das quatras habilidades. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pronúncia e o medo de falar... Sim, isto pode ser um desafio.

      P.S Quatro jest nieodmienne. Będzie więc "das quatro habilidades". Liczebnikami odmiennymi są: um/uma, dois/duas oraz te z centos np. duzentos/duzentas.

      Eliminar
    2. Hyhy faktycznie, rozpędziłem się z tym quatro. Czasem już mi się mieszają ten języki. Dzięki :)

      Eliminar
    3. Znam ten ból. Zwłaszcza przy przychodzeniu z portugalskiego na hiszpański ;)

      Eliminar
  2. A dificuldade de cada uma das competências das quais estás a falar depende principalmente da situação de ensino. Para um aprendente que está a aprender a língua no seu país nativo e tem pouco contacto com a língua-alvo fora da sala de aula, a compreensão do oral será normalmente a competência mais difícil. Mas para um imigrante que vem para Portugal viver e trabalhar e tem contacto o dia inteiro com a língua falada, a compreensão do oral será muito fácil, enquanto leitura e, principalmente, escrita, serão as mais difíceis.
    Pozdrawiam z Lizbony, swietny pomysl - uczyc sie jezyka zakladajac bloga:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou de acordo. É mais fácil acostumarnos a pronúncia em plena imersão. Quando redeamo-nos de falantes dessa língua.

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Portugalski, a hiszpański

Parabéns - słówko o wielu obliczach

Jak pisać po portugalsku na komputerze, czyli klawiatura portugalska